A presença de um roteiro de inspeção para avaliar a qualidade dos procedimentos e rotinas realizados em laboratório de análises clínicas, assim como avaliar os insumos e equipamentos utilizados nas fases: pré-analíticas, a qual pertence o recebimento e transporte da amostra clínica; a fase analítica onde ocorre o processo de manipulação da amostra e a fase pós-analítica onde ocorre a liberação do resultado é de grande ajuda e importância para que o laboratório possa detectar falhas na sua rotina e consiga também corrigir essas não conformidades encontradas.

O roteiro proposto é baseado na utilização de indicadores de processo e critérios de conformidades presentes na RDC 302 e no Manual de Microbiologia Clínica para o Controle de Infecção em serviços de Saúde da ANVISA, última revisão 2013. Com posse dos resultados da inspeção o laboratório se pode traçar metas para atingir os objetivos propostos no roteiro, visando sempre à liberação e reporte de resultados corretos e confiáveis para a comissão de controle de infecção hospitalar, médicos, corpo de enfermagem e para o paciente.

 

Autora: Anita Silvane Oliveira Figueira