O estudo visa verificar a eficácia da prática lúdica para melhorar a adesão da higienização das mãos pelos profissionais da saúde. Trata-se de um estudo descritivo exploratório, qualitativo, baseado em dados coletados em materiais bibliográficos. Os critérios de elegibilidade, a pré-seleção, forma os artigos encontrados nas bases de dados de janeiro a abril de 2016 em língua portuguesa.

Os estudos encontrados foram obtidos a partir dos descritores selecionados na estratégia de busca onde foram avaliados pelos títulos e resumos. O critério de seleção foram textos que tratavam dos tipos de produtos, insumos e equipamentos utilizados da prática de higienização das mãos, e a prática lúdica como incentivo à adesão dos profissionais de saúde na higienização das mãos.

Após a leitura dos resumos dos estudos foram pré-selecionados, e seus dados preliminares foram extraídos por meio de uma prévia leitura para análise de conteúdo para a fase dos textos selecionados. Os estudos selecionados foram analisados pelo resumo e na íntegra, quando necessário e disponíveis, e seus dados foram extraídos a partir de um formulário previamente elaborado.

O lúdico é um importante mecanismo para aumentar a adesão à frequente e correta prática de higienização das mãos, por ser uma atividade que envolve a promoção de mudanças e conscientização quanto a melhor maneira de realizar os hábitos saudáveis na vida das pessoas. A ludicidade é uma proposta que preconiza o aumento à adesão dos profissionais em aderir a higienização das mãos corretamente e conscientes da importância desse ato, devem envolver a intersetorialidade e a multidisciplinaridade, que é um fator de importância para o pleno exercício das atividades de atenção à saúde.

 

Autora: Monalizza de Souza Carvalho Calazans