A lavanderia industrial divide-se em hoteleira, terceirizada, beneficiamento e a hospitalar. A lavanderia hospitalar tem o objetivo de transformar toda a roupa suja ou contaminada utilizada no hospital em roupa limpa. Este processo é extremamente importante para o bom funcionamento do hospital em relação à assistência direta ou indireta prestada ao paciente.

Uma lavanderia também pode ser chamada de Unidade de Processamento de Roupas – UPR, onde sendo de um setor de saúde pode ser considerada como um setor de apoio que tem por finalidade coletar, pesar, separar, processar, confeccionar, reparar e distribuir roupas em condições de uso, higiene, quantidade, qualidade e conservação a todas as unidades do serviço de saúde.

A unidade de processamento de roupas está sujeita ao controle sanitário pelo Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), dispostas em duas Resoluções de Diretoria Colegiada – RDC, a de Nº50, de 21 de fevereiro de 2002, e da RDC Nº6, de 30 de janeiro de 2012.

Dessa forma, todas as etapas do processo de higienização e desinfecção dos artigos têxteis utilizados em um serviço de saúde devem ser desempenhados segundos as normas vigentes da ANVISA, porém em relação a um hospital de referência estadual de doenças infectocontagiosas existem vários pontos que necessitam de ajustes. Devendo ser realizados reparos solicitados para entrar em conformidade com o que é estabelecido pelos órgãos de vigilância e assim prestar uma assistência de qualidade para os pacientes bem como proporcionar um ambiente laboral confortável e livre de riscos.

 

Autoras: Erika Tathiana Cabral Santiago, Luiza Tercília Fernandes Vieira, Sayonara das Neves dos Santos Arão