O uso dos antimicrobianos no período peri – operatório é um fator importante na prevenção das infecções de sitio cirúrgico. Avaliar a adesão das equipes cirúrgicas ao protocolo de antibióticoprofilaxia institucional. Estudo observacional, descritivo, qualitativo realizado no período fevereiro a abril de 2015 nos Centros Cirúrgicos de um hospital privado de Salvador, BA.

Neste período foram realizadas 3144 cirurgias nos centros cirúrgicos e foram coletados dados de 89 procedimentos de nove especialidades diferentes em ficha de monitoramento próprio elaborada pelo Serviço de Controle de Infecção, sendo excluídas da análise 22 cirurgias, pois encontravam-se com dados incompletos, incorretos ou ilegíveis não sendo possível identificar os pacientes ou procedimentos cirúrgicos.

As categorias avaliadas foram: tempo de administração do antibiótico entre 30 a 60 minutos antes da incisão cirúrgica, se foi realizado a dose de repique para procedimentos cirúrgicos conforme indicação do protocolo, se o antibiótico utilizado pela equipe cirúrgica corresponde ao indicado no protocolo institucional, e em caso de alergia relatado pelo paciente e sinalizado no prontuário o antibioticoprofilático e o tempo de duração do antibioticoprofilático pós procedimento cirúrgico avaliado no prontuário do paciente.

Considerando essa metodologia a taxa de conformidade de adesão ao protocolo de todas as especialidades avaliadas (buco-maxilo, cabeça e pescoço, cardíaca, geral, ginecológica, mama, neurocirurgia, oncológica, ortopédica, otorrinolaringologia, plástica, proctológica, torácica, urológica e vascular) nesse período foi de 52%.

 

Autora: PAULA BEATRIZ DA PAZ SACRAMENTO