Há tempos atrás os carbapenêmicos eram antibióticos utilizados para enterobactérias multirresistentes, agora observamos que enzimas são capazes de degradar esses antibióticos.

A velocidade que estas bactérias se desenvolvem é maior de que a produção de novos fármacos. Então, o estudo visa de forma objetiva e suscita determinar as ocorrências de casos de infecção pelo microrganismo Klebsiella Pneumoniae em um hospital privado da cidade de Joinville – Santa Catarina no período de julho de 2014 a julho de 2015 e demonstrar o levantamento da microbiota de todos os setores do hospital nas diferentes topografias para identificar a origem de transmissibilidade do agente infeccioso.

Para que o serviço pudesse conhecer as verdadeiras causas que levaram os casos de infecção e levar ao conhecimento da direção da instituição e dos órgãos competentes, foi necessária a utilização de uma ferramenta de qualidade chamada Ishikawa que pode nos direcionar nas dificuldades de processos, infraestrutura, educação continuada, hábitos individuais, troca de produtos padronizados entre outras melhorias que puderam ser implantadas, sem falar no próprio aprendizado do serviço de controle de infecção na detecção e na resolução do problema.

 

Autora: Louise Cristina Da Silva Mähl