Competência é a integração e a coordenação de um conjunto de conhecimentos, capacidades (habilidades) e comprometimento (atitudes) que na sua manifestação produzem uma atuação diferenciada. Ao meu ver estas são as principais competências para o controle de infecção:

  1. Realizar uma abordagem epidemiológica da infecção hospitalar e seus fatores de risco, identificando tendências e surtos, através de uma busca ativa de casos, consolidando relatórios, empregando estatística e informática para gerar as informações para as ações de prevenção e controle de infecções, subsidiando as atividades de planejamento em serviços de saúde.
  2. Conhecer os microrganismos identificados em casos de infecção hospitalar e sua cadeia epidemiológica, reconhecer e controlar seus mecanismos de resistência aos antibióticos e germicidas. Como empregar estas drogas para prevenção e tratamento das infecções hospitalares, dificultando o desenvolvimento de pressão seletiva. Utilizar os métodos adequados de esterilização, desinfecção e antissepsia aplicados em artigos, superfícies e nos pacientes.
  3. Diagnosticar, prevenir e tratar as infecções hospitalares, aprimorando as ações dos profissionais de saúde. Difundir a higiene das mãos e as medidas de precauções para bloquear a transmissão cruzada de microrganismos.
  4. Reconhecer as interfaces de todos os setores de apoio nas ações de prevenção e controle de infecções. Empregar os princípios de hotelaria hospitalar para a humanização da assistência e redução do risco de contaminação ambiental. Ampliar a abordagem epidemiológica para outras adversidades da assistência à saúde, aprimorando a gestão de risco e segurança do paciente.
  5. Aplicar os princípios de gestão dos serviços de saúde para aprimorar a qualidade da assistência, integrando aspectos éticos, legais, econômicos, sociais, ecológicos, históricos e políticos. Utilizar conceitos básicos de marketing para difundir práticas voltadas à prevenção e controle de infecções.
  6. Compreender o comportamento dos profissionais de saúde e o emprego das evidências científicas para elaboração de estratégias educativas que aprimorem o exercício profissional. Fazer a gestão das atividades de prevenção e controle das infecções hospitalares, particularmente o trabalho em equipe.
  7. Difundir os princípios da prevenção e controle de infecção em todas as suas interfaces na área de saúde, promovendo a saúde da coletividade em vários cenários assistenciais.

Desenvolver essas competências é meu compromisso profissional, desde o início da minha carreira. Neste site informo todas as ações que participo ou recomendo.

 

Antonio Tadeu Fernandes