Introdução: Neste trabalho buscou-se realizar um levantamento bibliográfico com o objetivo de verificar junto a literatura a relevância na gestão em unidade de terapia intensiva, esta pesquisa mostra que a liderança é fundamental para retenção de talentos, que a gestão com eficiência resulta em qualidade de serviços como um todo, benefícios tanto para instituição como ao cliente e na qualidade de serviços prestrados, produtividade e motivação dos integradores.

Objetivo: Buscar maior conhecimento para gestão em unidade de terapia intensiva eficaz enfatizando o controle de infecção hospitalar. Método: Trata-se de uma pesquisa de revisão bibliográfica na qual foi utilizado publicações científicas nacionais e internacionais no período de 2005 á 2015 indexados nas bases de bases LILACS, SCIELO, Livros, utilizando as palavras chave: Unidade de Terapia Intensiva, Enfermagem, Gestão.

Resultado e Discussão: Encontra-se valorizados e incorporados os conceitos de humanização, acreditação, qualidade, acolhimento nas quais são os pilares do atendimento à saúde. A liderança é utilizada como meio de manter a produtividade, a motivação e a fidelidade dos integradores, o que só traz benefícios à empresa, aos líderes bem treinados e aos seus liderados.

Conclusão: Nesta pesquisa foi encontrado a resposta que buscava: a gestão em unidade de terapia intensiva (UTI) tem na liderança o que é fundamental para a retenção de talentos na empresa que a equipe de enfermagem motivada e de forma inter-relacionada e com protocolos unificados trabalha a nível de excelência na qualidade da prestação de serviços em saúde.

 

Autora: Renata Siqueira Pereira