A segurança do paciente é um dos pilares de uma organização hospitalar e essa temática tem sido foco de inúmeras discussões na última década no mundo todo. O objetivo do presente estudo foi elaborar e adequar um plano para implantação da segurança do paciente em um Hospital geral público de Belo Horizonte, a fim de gerar resultados favoráveis para a melhoria da qualidade e segurança da assistência prestada aos usuários.

A metodologia utilizada foi um estudo descritivo com revisão de um documento a ser desenvolvido em uma Instituição pública do Estado de Minas Gerais. Legislações sanitárias vigentes e publicações de teóricos da área da qualidade em saúde e segurança do paciente, assim como os documentos internos do hospital foram consultados e utilizados como referencial teórico.

Inicialmente as ações de gerenciamento de risco setoriais do Plano de Segurança do Paciente (PSP) foram levantadas, em seguida analisadas para a elaboração de uma proposta de intervenção. Esta sugestão foi validada pelos membros executores do Núcleo de Segurança do Paciente e pelos agentes relacionados às ações propostas para a determinação das metodologias de realização das estratégias. Este projeto de intervenção busca a melhoria da qualidade do cuidado e da segurança do paciente, além do aprimoramento constante do PSP.

 

Autora: ROBERTA REIS CUNHA