Inscreva-se já.

Na véspera do Dia Mundial de Combate à Poliomielite, comemorado em 24 de outubro, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) comemora 30 anos do último caso de poliomielite nas Américas. Em agosto de 1991, um menino peruano das montanhas Junín se tornou a última pessoa a ser detectada com o poliovírus selvagem. Três anos depois, em 1994, as Américas se tornaram a primeira região do mundo a ser certificada como livre da pólio pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Essa conquista extraordinária foi possível graças aos esforços de vacinação em massa e à vigilância epidemiológica robusta apoiada por uma forte rede de laboratórios”, disse a diretora da OPAS, Carissa F. Etienne.

A poliomielite é uma doença altamente infecciosa causada por um vírus, transmitido de pessoa a pessoa por meio de matéria fecal. Embora a maioria das infecções por poliovírus não produza sintomas, o vírus pode destruir partes do sistema nervoso e causar paralisia nas pernas ou braços. Existem três tipos de poliovírus selvagens. Várias doses da vacina oral são necessárias para fornecer imunidade.

https://www.paho.org/pt/noticias/22-10-2021-americas-celebram-30-anos-sem-polio-opas-pede-uma-maior-vigilancia

Editado por Laura Czekster Antochevis

Contatos: [email protected]  ou http://linkedin.com/in/laura-czekster-antochevis-457603104

 

 



Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH, CME e EQS