Inscreva-se já.

A Anvisa solicitou às desenvolvedoras de vacinas autorizadas no Brasil, no último dia 1º de dezembro, informações sobre os estudos em andamento.

A solicitação foi encaminhada aos laboratórios Pfizer, Butantan, Fiocruz e Janssen. A Agência exige, para as vacinas autorizadas, que os desenvolvedores monitorem e avaliem o impacto das variantes na eficácia e na efetividade dos imunizantes. É preciso observar, porém, que esses estudos demandam tempo, uma vez que é preciso obter informações genéticas e amostras de pacientes para então realizar os testes e a análise.

Foi dado prazo de uma semana para as empresas se manifestarem e nesta quinta-feira (9/12) a situação é a seguinte:

a Pfizer, a Fiocruz, o Instituto Butantan e a Janssen encaminharam as estratégias que estão sendo tomadas, em resposta ao ofício;

A Gerência-Geral de Medicamentos e Produtos Biológicos (GGMED) avaliará os dados encaminhados e continuará o monitoramento dos estudos relativos à variante Ômicron. A Agência também acompanha o cenário epidemiológico da prevalência dessa variante e a ausência das informações solicitadas pode prejudicar a manutenção da atual autorização da Anvisa.

https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2021/atualizacao-avaliacao-das-vacinas-frente-a-nova-variante-omicron

Editado por Laura Czekster Antochevis

Contatos: [email protected]  ou http://linkedin.com/in/laura-czekster-antochevis-457603104



Ficou interessado? Conheça nossos cursos MBA's e Express