Inscreva-se já.

Introdução: MRSA (Methicillin-resistant Staphylococcus aureus) é uma importante causa de infecção associada aos cuidados de saúde. Embora as evidências mostrem que uma pesquisa pelo MRSA tem sido uma atitude promissora, muitas questões ainda continuam sobre a eficácia dessa ação.

Método: Os autores fizeram uma pesquisa na literatura buscando por estudos que abordassem as mais variadas informações sobre a aquisição, a infecção, a morbidade, a mortalidade, os danos relacionados a triagem do MRSA, além dos estudos que abordassem dados comparativos entre os locais que utilizavam a triagem para MRSA versus os que não faziam ou os que não tinham a triagem como foco. Por conta da variedade dos dados e baixa evidência científica do desenho dos estudos encontrados, os autores optaram por não fazer uma metanálise dos artigos. Para tal, eles utilizaram o Grading of Recommendations Assessment, Development and Evaluation Working Group, afim de classificar o poder das evidências encontradas em alta, moderada, baixa ou insuficiente.

Resultados: Dentre os artigos encontrados os que preencheram os critérios de inclusão, foram 48, dentre eles 1 tinha como desenho de estudo a randomização e 47 eram estudos quase-experimentais. Entretanto, os autores focaram em apenas 14 estudos que endereçavam os resultados associados ao cuidado da saúde e aqueles que tinham como objetivo controlar as tendências ditas, como: confundidoras e que já acontecem há algum tempo, pois esses estudos possuem capacidade de apoiar inferências casuais. Dois estudos quase-experimentais encontraram redução na infecção por MRSA associada ao cuidado quando foi comparado a realização de triagem em busca desse microrganismo com quando isto não era realizado. Porém, de acordo com o poder das evidências, esses dois estudos foram considerados fracos. Para todos os outros aspectos pesquisados por este estudo foram observados insuficientes evidências cientificas, sendo portanto incapazes de determinar se a pesquisa pelo MRSA é eficaz ou não.

Conclusão: Embora o poder das evidências científicas encontradas seja baixo, foi possível evidenciar que existe uma diminuição na infecção por MRSA quando a triagem é realizada.

 

Fonte: American Journal of Infection Control 42 (2014) 148-55.

Resenha realizada por Thalita Gomes do Carmo



Ficou interessado? Conheça nossos cursos MBA's e Express