Inscreva-se já.

Durante a pandemia tivemos comportamentos que facilitaram sua disseminação. Este estudo norte-americano procura que fatores influenciaram essas condutas questionáveis sob o ponto de vista científico e da saúde coletiva.

Nesta sinopse vamos ver:

  • Quais medidas de proteção foram mais questionadas durante a pandemia?
  • O que este estudo avaliou?
  • Qual foi a relação da depressão com a quebra das barreiras protetoras?
  • Que outro aspecto importante o estudo identificou?
  • Como avaliamos o estudo e quais conclusões podem ser extraídas?

Quais medidas de proteção foram mais questionadas durante a pandemia?

As autoridades de saúde recomendaram várias medidas de controle de infecção por COVID-19, como distanciamento social e uso de máscaras.

O que este estudo avaliou?

Este estudo explorou se a depressão influencia os julgamentos morais dos indivíduos em relação aos comportamentos e políticas de controle de infecção por COVID-19. Neste estudo, os participantes (N = 340) eram residentes nos EUA, recrutados via Amazon Mechanical Turk em março de 2020. Os participantes preencheram vários questionários, como dados demográficos, incluindo afiliação política, triagem de depressão e uma série de perguntas projetadas para capturar indivíduos ‘ julgamentos morais de comportamentos e políticas de controle de infecção.

Qual foi a relação da depressão com a quebra das barreiras protetoras?

As análises específicas indicaram que, controlando a demografia, a afiliação política e o grau de notícias que se seguiram, o nível de sintomas de depressão foi consistentemente inversamente relacionado à probabilidade de julgar o controle de infecção em termos morais. O nível de sintomas de depressão também foi inversamente relacionado à sensibilidade à manipulação de julgamentos morais para comportamentos pessoais, mas não para políticas. Indivíduos com níveis mais altos de sintomas de depressão podem estar menos dispostos a defender medidas de segurança pessoal mais altas, o que pode levar a uma maior probabilidade de transmissão da doença.

Que outro aspecto importante o estudo identificou?

Fora da pandemia, a menor propensão ao julgamento moral pode se traduzir em maior aceitação de atos e comportamentos moralmente questionáveis ​​de outras pessoas.

Como avaliamos o estudo e quais conclusões podem ser extraídas?

Sempre que avaliamos um estudo devemos ver sua validade interna, relacionada ao método e resultados e sua validade externa, para ver se aplica a outros cenários. Aspectos importantes devem ser salientados. Será que o critério de amostragem permitiu representatividade dos entrevistados em relação à população que se pretendia estudar? Um segundo questionamento diz respeito a variáveis que foram controladas e que poderiam influenciar o resultado, destacando dados demográficos e filiação política. Como foram controlados durante o experimento, não pode ser devidamente avaliado seu impacto nas atitudes, o que pode ter sido importante principalmente em nações onde lideranças políticas influenciaram seus eleitores contra as medidas científicas de proteção coletiva. Também não foi feita uma correlação do quanto a pandemia ou as medidas restritivas preconizaram impactaram na ocorrência de depressão, só foi discutido seu efeito na adesão a estas medidas.

Além disso, mesmo partindo do princípio de que o estudo tenha sido bem planejado, será que o resultado de uma pesquisa norte americana se aplica à outras nações com estrutura demográfica, cultural, política e socioeconômica distintas? Ou seja qual sua validade externa para outras sociedades?

Assim, achamos que o estudo apenas dá indícios sobre o papel da depressão e dos princípios morais sobre o comportamento das pessoas em situações críticas na qual elas precisam também se preocupar com medidas de interesse coletivo, mas outros fatores devem ser mais bem avaliados para entendermos o porquê se resistiu tanto às medidas que a ciência propôs para controle da pandemia.

Sinopse por: Antonio Tadeu Fernandes

Fonte: McCorkle C, et al:  I’m judging you! Influence of depression on moral judgments of COVID-19 infection control behaviors and policies.

Link:  https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/13548506.2022.2067575

Links associados:

https://doi.org/10.1080/20008198.2021.1929754

https://www.ccih.med.br/pandemia-de-covid-19-desencadeia-aumento-de-25-na-prevalencia-de-ansiedade-e-depressao-em-todo-o-mundo/

TAGs: depressão, Covid, isolamento social, máscaras, moral, saúde pública



Ficou interessado? Conheça nossos cursos MBA's e Express